Detalhe da Disciplina
Curso: Mestrado em Ciência e Sistemas de Informação Geográfica
Unidade curricular: Detecção Remota
Código da Unidade curricular: 200036
Tipo de unidade curricular: Opcional
Ano do plano de estudos: 1
Semestre: Primavera
Número de créditos: 7,5
Docentes:  MÁRIO SÍLVIO ROCHINHA DE ANDRADE CAETANO (Docente responsável)
Número de horas de aula por semana: Não disponível
Objectivos da unidade curricular:
No final da unidade curricular o aluno deve ter adquirido as seguintes competências (i.e. resultados de aprendizagem):
  1. Descrever os tipos de medições que podem ser realizadas por satélite e explicar, com base nos princípios e conceitos da deteção remota, porque é que esses dados podem ser utilizados para produção de informação geográfica;
  2. Conceber e desenvolver de forma autónoma um projeto para produção de informação com base em imagens de satélite de resolução espacial variável entre 1 e 1000 m;
  3. Selecionar o satélite e o sensor mais adequados para utilizar na produção de vários tipos de informação a diferentes escalas espaciais;
  4. Descrever e aplicar algoritmos de classificação de padrões espectrais, espaciais e temporais de imagens de satélite com vista à produção de informação;
  5. Avaliar e interpretar o erro na informação derivada de imagens de satélite;
  6. Descrever e criticar os benefícios socioeconómicos da deteção remota.
 
 
Requisitos de frequência:
Esta unidade não tem requisitos de frequência. 
Conteúdo da unidade curricular:
  1. Introdução à deteção remota e à unidade curricular
  2. Fundamentos da deteção remota
  3. Satélites e sensores de observação da Terra
  4. Análise exploratória de imagens de satélite
  5. Pré-processamento de imagens
  6. Transformação de bandas
  7. Extração de informação de imagens de satélite
  8. Análise multitemporal de imagens de satélite
  9. Aplicações da deteção remota com benefícios socioeconómicos
  10. Exercícios práticos de processamento digital de imagens de satélite
Resolução de problemas do mundo real com base em imagens de satélite
Bibliografia recomendada:
Caetano, M., 2012. Teoria de Deteção Remota, [e-book]. Instituto Superior de Estatística e Gestão da Informação, Universidade Nova de Lisboa. ; Caetano, M., 2012. Prática de Deteção Remota, [e-book]. Instituto Superior de Estatística e Gestão da Informação, Universidade Nova de Lisboa. ; Jensen, J.R., 2004. Introductory Digital Image Processing: a Remote Sensing Perspective, 3ª Edição. New Jersey: Prentice-Hall.; Jensen, J., 2006. Remote sensing of the environment: an earth resource perspective, 2ª Edição. New Jersey: Prentice Hall.; Warner, T., M. Nellis e G. Foody (Eds.), 2009. The SAGE Handbook of Remote Sensing. London: SAGE Publications Ltd.
Métodos de ensino:
As aulas têm uma componente teórica e uma prática. Nas aulas teóricas o docente faz uso de slides para ilustração dos fundamentos teóricos. A componente prática consiste na utilização pelo aluno de um software de processamento de imagens de satélite para construção de um mapa temático a partir da exploração de padrões espectrais e/ou temporais de imagens de satélite.  A unidade curricular inclui ainda seminários para discussão dos benefícios socioeconómicos da detecção remota por satélite.
 
O professor promove a aprendizagem ativa e colaborativa através da resolução de problemas do mundo real. 
Métodos de avaliação:
O método de avaliação da unidade curricular é definida em conjunto por alunos e docente na primeira sessão de aprendizagem. A seguinte proposta do docente é o ponto de partida de discussão:
  • Teste - 30%. Teste de conhecimentos com duas partes que têm pesos iguais na nota final: (1) conjunto de quarenta afirmações em que o aluno deve dizer se são verdadeiras ou falsas, e (2) pergunta de desenvolvimento. Este teste é realizado on line durante o semestre de uma forma assíncrona;
  • Ensaio Teórico - 30%. Trabalho individual com uma análise dos benefícios socioeconómicos da utilização de imagens de satélite em determinada área temática. O tema do trabalho deve ser selecionado de uma lista facultada pelo docente;
  • Projeto Prático - 40%. Trabalho de grupo de duas ou três pessoas para resolução de um problema real com base em imagens de satélite e software de processamento de imagem selecionados pelo grupo. O problema deve ser também definido pelo grupo.
 
O ensaio teórico e o trabalho prático serão apresentados e discutidos no seminário final da unidade curricular, tendo como ponto de partida os relatórios que devem ser entregues ao docente em data a definir pela coordenação do curso de mestrado. 
Língua de ensino: Ingles