Unidades Curriculares

As Unidades Curriculares que integram o Programa de Estudos enquadram-se nos conteúdos propostos pelo Consórcio
UNIGIS International Association.

  1. 1º Ano - Semestre Outono

    Ciência e Sistemas de Informação Geográfica (7,5 ECTS) - Unidade Curricular Obrigatória
    Esta disciplina introduz ao campo de estudo da Ciência da Informação Geográfica. Estabelece os componentes chaves da disciplina e insistir nos enlaces entre tecnologia, dados, métodos e organização. Proporciona uma introdução ao desenvolvimento, à terminologia deste campo e às classes de aplicações dos Sistemas de Informação Geográfica.

    Bases de Dados Espaciais (7,5 ECTS)
    Esta unidade fornece uma perspectiva introdutória às questões relacionadas com a definição, enquadramento, concepção, desenvolvimento e gestão de bases de dados espaciais, através da disponibilização de um corpo teórico de referência e da resolução de vários exercícios práticos adaptáveis à realidade. Para atingir este objectivo, esta unidade segue um percurso que se inicia com a introdução aos conceitos-chave no âmbito do paradigma base de dados, focando-se depois no modelo relacional (o mais adoptado nos nossos dias), sua modelação e implementação e ainda na sua "língua franca", a linguagem SQL (Structured Query Language). Apresenta de seguida as bases de dados espaciais e o modelo Geodatabase ESRI, bem como a sua criação, gestão e edição em ambiente ArcGIS Desktop. Inclui também uma breve introdução às bases de dados espaciais de código-fonte aberto (Open-Source) em ambiente PostgreSQL com a extensão espacial PostGIS, associado à aplicação SIG de código-fonte aberto Quantum GIS.

    Ciências Cartográficas (7,5 ECTS)
    O objectivo principal desta disciplina é ministrar conhecimentos básicos do âmbito da Cartografia e das ciências com ela relacionadas, necessários a uma correta interpretação e utilização de dados e informação geográfica, bem como à sua representação cartográfica. A matéria está organizada em quatro módulos: Fundamentos de Geodesia (modelos da Terra, sistemas de coordenadas, referências geodésicas e altimétricas); Fundamentos de Topografia (aquisição de dados topográficos e hidrográficos, posicionamento); Fundamentos de Cartografia (linguagem cartográfica, tipologia das cartas, projeções cartográficas); Informação geográfica: fontes, qualidade e transformações (fontes cartográficas nacionais, sistemas de referenciação, transformação de coordenadas, qualidade da informação). 

    Aplicações de SIG (7,5 ECTS) - Disponível em Regime Semi-Presencial
    Constitui objetivo principal desta disciplina colocar em perspetiva os conceitos relacionados com a conceção, desenvolvimento e gestão de sistemas de informação geográfica (SIG) através da resolução de vários exemplos práticos adaptáveis à realidade. São apresentadas as funcionalidades de geoprocessamento existentes no software ArcGIS Desktop 9.x e descritos os modos de criação, edição, importação, apresentação, e análise de dados geográficos que esta ferramenta disponibiliza. O segundo módulo é dedicado à análise tridimensional. O terceiro módulo aborda a análise de redes. O quarto, e último, módulo é dedicado às aplicações de SIG para Internet (vulgo WebGIS) cujo funcionamento é ilustrado recorrendo-se à utilização de um software aberto.

    Geo-Estatística (7,5 ECTS) - Disponível também em Regime Semi-Presencial
    O objetivo desta unidade curricular é ensinar aos alunos os conceitos básicos de geoestatística univariada. Os alunos vão aprender os principais conceitos teóricos relacionados com a interpolação espacial de atributos usando métodos determinísticos e procedimentos geoestatísticos, os quais são baseados na auto-correlação espacial dos dados observados. Os estudantes também irão trabalhar em programas de computador para praticar os conceitos teóricos.

    GI Standards (4 ECTS) 
    The overall goals of this course unit are to create awareness of the importance of standards in Geoinformation; provide information about the standardization bodies, their standardization processes and results; provide information about the content of important standards which cover issues like data quality, spatial schema and the concept of map and feature services (WMS and WFS), and exploring the usage of spatial schema as well as WMS and WFS in detail by specific examples.

    Database Management Systems (7,5 ECTS) - Disponível no Regime Semi-Presencial
    This course unit aims to establish systematic and rigorous understanding of the principles inherent in the development of databases, provide the needed knowledge to design efficient databases, with particular emphasis on the relational databases, and provide (some) practical experience in implementing bases relational data through commercial DBMSs (such as MS Access and MS SQL Server).

    Geospatial Data Mining (7,5 ECTS) - Disponível no Regime Semi-Presencial
    Geospatial Data mining data has distinct characteristics. Although there are a large number of coincidences between them, there are also some differences, which although not very numerous is very important and may not be neglected. This course aims to present the methodology of data mining, as well as its main tools and further emphasize the specifics that exist in the exploration of geo-referenced data.

    Geographic Databases and Geospatial Web Services (4 ECTS)
    This course unit focuses on: (a) technology and methods grounded on relational databases and their interaction with geographic information, and (b) geospatial services to view and share content on the web. Students will learn how to develop and implement advanced geographic databases by using Postgres/PostGIS, as well as to use the tools based on spatial functions.
    Students will also be in touch with the OGC services for viewing, publishing and sharing of geographic database on the web, as well as the development of maps "mashups" using basic topics and context such as Google Maps, Bing Maps and open street maps.

    Geostatistics (7,5 ECTS) - Disponível no Regime Semi-Presencial
    The goal of this course unit is to teach the students the basic concepts of univariate geostatistics. Students will learn the main theoretical concepts related to the spatial interpolation of attributes using deterministic methods and geostatistics procedures, which are based on the spatial autocorrelation of the observed data, and will also work on computer programs to practice the theoretical concepts.

    Remote Sensing (7,5 ECTS) - Disponível no Regime Semi-Presencial
    The theoretical component of this course unit holds 3 main elements:

    1. Remote sensing preamble (electromagnetic radiation and their properties, the electromagnetic radiation interacting with the surface and with the atmosphere, and the spectral reflectance of the major surface elements);
    2. Satellites and Earth observation sensors;
    3. Image information extraction (geometric and radiometric pre-processing images, exploratory analysis of images, processing bands, image classification and evaluation of the quality of the maps).

    The practical component includes images exploration exercises, in order to produce information. The digital image processing software will be provided to students.

  2. 1º Ano - Semestre Primavera

    Modelação em SIG (7,5 ECTS)
    A disciplina de Modelação em SIG tem por objectivo fornecer o quadro de conceitos úteis à modelação matemática de processos espacialmente explícitos. O curso inicia-se com uma introdução a análise de sistemas, que fornece as bases para a conceção e desenho de modelos de processos reais. Serão estudados os modelos "lógicos", ou modelos baseados em regras que um SIG, por si só, pode suportar. Prosseguir-se-á com a modelação estatística, incluindo os modelos de regressão simples lineares ou não lineares, e análise geoestatística que permite modelar processos caracterizados por um comportamento de autocorrelação espacial. Será explorada a modelação dinâmica, onde a componente do tempo é fundamental. Finalmente, serão examinadas as questões relacionadas com a implementação de modelos, nomeadamente a programação, a forma de usar um SIG para acolher um modelo, e os problemas e limitações associadas à modelação hospedada em SIGs.

    Data Mining Geo-Espacial (7,5 ECTS)
    Data Mining baseado em dados geo-referenciados possui características distintas do Data Mining levado a cabo com base em dados empresariais. Embora exista um grande número de coincidências entre ambos, existem também algumas diferenças, que mesmo não sendo muito numerosas são muito importantes e não podem ser negligenciadas. Este Módulo tem como objetivo, apresentar a metodologia do Data Mining, bem como as suas principais ferramentas e ainda enfatizar as especificidades que existem na exploração dos dados geo-referenciados.

    SIG nas Organizações (7,5 ECTS)
    Nesta disciplina serão tratados os aspetos de organização dos sistemas de informação e dos SIG em particular. Serão abordados aspetos que às vezes são ignorados dos assuntos técnicos, considerados convencionalmente como computação. Muitos dos tópicos aqui discutidos estão mais relacionados com o universo de incerteza das ciências sociais e de administração do que com as certezas da tecnologia. Porém, como a indústria da informática descobriu dolorosamente e a indústria de GIS parece presentemente no processo de descobrir, estas considerações sobre os aspetos humanos são cruciais. Os problemas técnicos são, normalmente, resolúveis através da aplicação de recursos técnicos, mas ao alterar os modos de comportamento dos seres humanos introduz-se uma ordem diferente de complexidade.

    Deteção Remota (7,5 ECTS)
    No final da unidade curricular o aluno deve ter adquirido as seguintes competências (i.e. resultados de aprendizagem):

    1. Descrever os tipos de medições que podem ser realizadas por satélite e explicar, com base nos princípios e conceitos da deteção remota, porque é que esses dados podem ser utilizados para produção de informação geográfica;
    2. Conceber e desenvolver de forma autónoma um projeto para produção de informação com base em imagens de satélite de resolução espacial variável entre 1 e 1000 m;
    3. Selecionar o satélite e o sensor mais adequados para utilizar na produção de vários tipos de informação a diferentes escalas espaciais;
    4. Descrever e aplicar algoritmos de classificação de padrões espectrais, espaciais e temporais de imagens de satélite com vista à produção de informação;
    5. Avaliar e interpretar o erro na informação derivada de imagens de satélite;
    6. Descrever e criticar os benefícios socioeconómicos da deteção remota.
     

    Software Aberto e Programação em SIG (7,5 ECTS)
    Esta unidade curricular pretende ser uma introdução à programação em SIG e ao scripting para geoprocessamento utilizando a linguagem de programação Python. A sua utilização em SIG tem vindo a tornar-se cada vez mais corrente não só pela disponibilidade de ferramentas e software que a suportam (o ArcGIS da Esri e o QuantumGIS são apenas alguns exemplos) mas também pela facilidade de aprendizagem e simplicidade da própria linguagem. Esta unidade curricular pretende ser uma introdução ao Python e à sua utilização para SIG, não sendo requisito conhecimentos prévios de programação.
    Os objetivos desta unidade curricular consistem em:

    1. Compreensão dos fundamentos da linguagem Python
    2. Saber aplicar os principais algoritmos de geoprocessamento recorrendo ao uso de uma linguagem de scripting, substituindo o tradicional point & click.
    3. Ser capaz de implementar algoritmos de geoprocessamento em ambientes SIG distintos (proprietários e open source).
     

    Geospatial Intelligence (GeoINT) (7,5 ECTS)
    Após conclusão do curso com sucesso, os alunos deverão ser capazes de:

    1. Descrever as necessidades chave de intelligence geoespatial relacionadas com a vigilância, aquisição de objectivos e navegação;
    2. Desenvolver estratégias, metodologias e ferramentas de gestão de informação geográfica, para analisar questões suscitadas pelo uso de informação GeoINT;
    3. Modelar, monitorizar, e simular fenómenos geográficos, estratégicos, militares, demográficos e ambientais em diversos contextos de análise;
    4. Utilizar ferramentas de exploração e metodologias análise para reduzir os níveis de incerteza relacionados com a resolução de problemas de natureza geográfica;
    5. Concepção e desenvolvimento de sistemas e tecnologias que atendam às necessidades de informação geográfica dentro de um contexto organizacional dum serviço de informações;
    6. Criar e implementar estratégias para capturar, utilizar ou incorporar dados geoespaciais e os seus correspondentes metadados;
    7. Avaliar criticamente os potenciais impactos da qualidade dos dados na análise espacial e tomada de decisão num contexto dum serviço de informações;
    8. Estar familiarizado com as teorias e protocolos envolvidos na interpretação de imagens de radar, imagens de infravermelhos, imagens multiespectrais, e vídeo em tempo real, bem como, mapas antigos, conjuntos de dados geoespaciais digitais, e novas fontes de dados (ou seja, sistemas de sensores, feeds de redes sociais);
    9. Desenvolver o pensamento crítico, a colaboração e a capacidade de comunicação;
    10. Preparar e apresentar relatórios de intelligence, à medida, para um leque de aplicações de segurança humana.
  3. 2º Ano - Semestre Outono

    Dissertação de Mestrado (35 ECTS)
    Esta Unidade Curricular tem por objectivo a realização de um trabalho de investigação conducente à preparação de uma dissertação de natureza científica sobre um tema da área de conhecimento do curso. A dissertação deve ser especialmente realizada para este fim, constituindo um momento privilegiado de prova de capacidade científica do mestrando, formalizado no fim do terceiro semestre escolar. O trabalho de investigação deve envolver componentes de carácter teórico e/ou experimental, promovendo a compreensão e a resolução de problemas em situações novas e não familiares, a selecção e recolha criteriosa de informação e bibliografia adequadas, a adopção de metodologias de abordagem apropriadas, a concepção de uma solução para o problema proposto e respectiva implementação, e a análise crítica dos resultados. A dissertação de mestrado deve demonstrar que o candidato é um especialista no tema da mesma e deve igualmente demonstrar que ele adquiriu conhecimentos na fronteira do conhecimento na área em que a dissertação se inscreve.

    Trabalho de Projecto - (35 ECTS)
    Esta Unidade Curricular tem por objectivo a realização de um trabalho que vise a aplicação integrada de conhecimentos e de competências adquiridos ao longo do curso a situações novas de interesse prático actual, pressupondo a adopção de metodologias e estratégias apropriadas à aquisição, exploração e/ou análise de dados geográficos no contexto de um problema especifico nas áreas de conhecimento do curso. O trabalho de projecto deve ser especialmente realizado para este fim, constituindo um momento privilegiado de prova de capacidade científica do mestrando, formalizado no fim do terceiro semestre escolar. O trabalho de projecto deve assumir uma natureza multidisciplinar, envolvendo a utilização de tecnologias de informação geográfica e componentes de trabalho laboratorial e/ou experimental. Através de uma utilização criteriosa da informação e bibliografia seleccionas, o relatório do trabalho de projecto deve pôr em evidência a actualidade e relevância das metodologias e técnicas utilizadas durante a fase de execução e o conhecimento do estado da arte na especialidade em que se integra.

    Estágio Profissional (35 ECTS)
    Esta Unidade Curricular visa complementar a formação académica realizada no decorrer da componente de especialização do curso de mestrado através da integração do aluno no exercício de uma actividade profissional ou no desenvolvimento de actividades em empresas ou organizações propiciadoras de contactos reais com o mundo do trabalho. Constituem objectivos do Estágio, entre outros:

    1. Adquirir habilidade e competências orientadas para o desempenho de actividades profissionais na área da Ciência e Sistemas de Informação Geográfica;
    2. Promover um diálogo reflexivo com as situações concretas de modo a poder consolidar e desenvolver as competências adquiridas no 2º Ciclo de Estudos e no Curso de Especialização do Mestrado;
    3. Desenvolver a capacidade reflexiva e criativa em contacto com o mundo do trabalho, estimulando o aluno a propor soluções para problemas concretos e complexos suscitados pelo uso de informação espacial;
    4. Mobilizar, de forma integrada, os conhecimentos adquiridos nas diferentes componentes da formação do aluno com vista à resolução de problemas, em contextos novos e não familiares;
    5. Aprofundamento ou aplicação de conhecimentos científicos no exercício da actividade profissional que potenciem o desenvolvimento de competências de síntese e comunicação;
    6. Melhorar a empregabilidade e competitividade do aluno no mercado de emprego.
     

    O relatório final deve pôr em evidência uma abordagem profissional ao trabalho desenvolvido durante o período de estágio e o conhecimento do estado da arte na especialidade em que se integra. Deverá incluir uma discussão sobre a relevância do trabalho realizado no contexto da instituição onde teve lugar, a explicitação das metodologias e ferramentas utilizadas, uma descrição detalhada das diferentes fases do trabalho e, num exercício de síntese e conclusão, uma análise crítica dos resultados face aos objectivos/expectativas iniciais.