Ver o conteúdo principal

Seguro de Saúde

16

Seguro de Saúde

Estudantes da União Europeia, Área Económica Europeia e Suíça têm acesso à saúde pública em Portugal através do Cartão Europeu de Seguro de Saúde.

Nacionais de países não pertencentes à união europeia que têm acordos de saúde com Portugal, também poderão aceder ao sistema público de saúde português sem pagar nada ou com um custo reduzido. Atualmente, alguns dos países com acordo estabelecido com Portugal incluem Andorra, Brasil, Cabo Verde e Marrocos.

No caso do Brasil, o acordo proporciona ao cidadão brasileiro, turista ou com visto temporário ou de residência, direito à assistência médica-hospitalar (de emergência ou regular) e mesmo à aquisição de medicamentos. Para tal, é necessário apresentar o Certificado de Direito à assistência Médica (CDAM). Somente o brasileiro que seja filiado ao PIS ou ao PASEP, pode usufruir deste benefício. Antes de viajar para Portugal, o interessado poderá solicitar o formulário PB-4.

Estudantes não originais da União Europeia, terão de optar pelo sistema de saúde privado e devem certificar-se, antes da sua partida, de que têm um seguro de saúde cujo âmbito cubra este tipo de estadia. No entanto, existem muitas clínicas e hospitais privados no país, a preços acessíveis. É comum uma consulta de medicina geral, são ser superior a 40€, por exemplo.